sábado, 10 de Setembro de 2011

O TEMPO

Quebro o espelho do Tempo,
exausta de esfolhar melancolia…

Sem comentários: